Objetivo é melhorar a rede de assistência e atendimento às mulheres vítimas de doenças sexualmente transmissíveis

Acontece nesta quarta-feira, 8, às 9h, no auditório da Faculdade de Macapá (Fama), localizada na Rodovia Duca Serra, a abertura do seminário para a elaboração do Plano Integrado de Enfrentamento da Feminização das DST/HIV/Aids e Hepatites Virais no Amapá.

O evento é coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por intermédio da Coordenadoria Estadual de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids) e Hepatites Virais. O seminário se encerrará nesta quinta-feira, 9.

Segundo a coordenadora Estadual do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids) e Hepatites Virais, Sonja Leite Farias, a proposta é mobilizar as três esferas de governo (Federal, Estadual e Municipal) e Organizações Não Governamentais (ONG,s) para o enfrentamento à proliferação de infecções pelo vírus HIV e de outras doenças sexualmente transmissíveis (DST) relacionadas à mulher.

Durante o encontro, os participantes vão atuar na elaboração de estratégias de prevenção. Além de discutir diagnóstico e tratamento da infecção pelo HIV e de outras DST. “O objetivo é melhorar a rede de assistência e atendimento às mulheres vítimas de doenças sexualmente transmissíveis”, disse Sonja Leite Farias.

A psicóloga Assunção Rocha, que integra a equipe responsável pelo evento, diz que a construção de uma resposta integrada e eficiente na prevenção e tratamento de mulheres com HIV ou outras DST, demonstra a real preocupação do governo do Estado em se antecipar na execução de políticas públicas pela melhoria da saúde e da qualidade de vida das pessoas.

“O encontro vai aprimorar o conhecimento dessas mulheres no campo dos direitos humanos, promoção da saúde e da prevenção de doenças e outros agravos”.

Confira a programação:

Data: 08/06/2011 (Quarta-Feira)

– 8h – Abertura: Representantes da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres (SEPM), Fórum, CES, CEM e CVS;
– 8h20 – Feminização da Aids no Brasil;
– 8h40 – Perfil Epidemiológico da Aids em Mulheres no Amapá;
– 8h55 – Tema I: Diversidade Sexual e Direitos Humanos e Saúde Reprodutiva;
– 9h05 – Mulheres e Vulnerabilidade/Práticas Sexuais Seguras;
– 9h20 – Saúde Mental e Drogas;
– 9h35 – Debate;
– 9h55 – Intervalo;
– 10h05 – Tema II: Desigualdade socioeconômicas e étnico-raciais;
– 10h20 – Mulheres e Violência;
– 10h35 – Perfil Epidemiológico das Vítimas de Violência Sexual em Macapá;
– 10h50 – Painel III: Mulheres vivendo e convivendo com HIV/Aids;
– 11h05 – Atuação da Rede de Mulheres Vivendo e Convivendo com HIV/Aids;
– 11h20 – Perfil da mulher positiva atendida no SAE do Amapá;
– 11h35 – Debate;
– 12h – Almoço;
– 14h00 – Atividade de Aquecimento;
– 14h30 – Apresentação das experiências das instituições (Sesa, HMML, ABH ONG,s, Mulheres Vivendo e Convivendo com HIV/Aids, Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres, Vara de Violência Doméstica);
– 16h05 – Intervalo;
– 16h25 – Relato das políticas públicas vivenciadas pelas mulheres em suas cidades;

Data: 09/06/2011 (Quinta-Feira)

– 8h15 – Grupos de discussão;
– 10h – Intervalo;
– 10h15 – Conclusão das atividades de grupo;
– 12h – Almoço;
– 14h – Atividade de Aquecimento;
– 14h20 – Apresentação de propostas e aprovação do plano;
– 18h – Avaliação e encerramento.